fbpx
-->

VITRIFICAÇÃO

Já se questionou sobre o que acontece com as amostras de esperma, os óvulos ou os embriões excedentes após um tratamento de reprodução assistida? Explicamos em que consiste a técnica de vitrificação e com que objetivos é usado na reprodução assistida.

O que é a vitrificação e para que está indicada

A vitrificação é uma técnica que consiste na congelação de tecidos ou células para preservá-los para o seu uso futuro. Esta técnica é utilizada na reprodução assistida, para congelar e armazenar amostras de esperma, óvulos e embriões viáveis ​​após a transferência inicial de embriões frescos, ou seja, após a uma fecundação in vitro.

É uma técnica indicada para preservar essas amostras para seu uso futuro, seja pela mesma mulher ou pelo mesmo casal ou mesmo para doação. Para dar uma ideia melhor, os embriões resultantes após realizar um ciclo de fertilização in vitro podem ser salvos para fazer uma nova tentativa de paternidade no futuro, doado para outras mulheres ou outros casais ou doados para investigação. Recorre-se então à técnica da vitrificação, para garantir a conservação adequada desses embriões.

A vitrificação é uma técnica de congelação ultrarrápida que substituiu a técnica de congelação lenta utilizada antes da introdução desta nova técnica. As taxas de sobrevivência aumentaram desde a introdução da vitrificação e maiores taxas de gravidez foram alcançadas em transferências de embriões congelados.

O processo de vitrificação na reprodução assistida

Está curioso para saber como se desenvolve este processo? A vitrificação é o processo de congelação da célula num sólido parecido com vidro, mas que é livre de qualquer formação de cristais. Para isso, adicionamos um crioprotetor para que os cristais de gelo não se formem. Isto é de grande importância na embriologia, porque a formação de cristais de gelo pode danificar células ou embriões congelados e, com essa técnica, evitamos isto.

Os embriões podem ser congelados no estágio pro nuclear (quando são apenas uma célula) ou em qualquer fase posterior. Geralmente, os embriões são vitrificados no estágio do blastocisto, ou seja, no dia 5 após a fecundação.

Nossos TRATAMENTOS

Rejuvenescimento Ovariano

É uma técnica revolucionária que envolve a reativação das células-tronco e dos folículos remanescentes no ovário.

IA – Inseminação Artificial

É uma técnica de reprodução assistida que a ajudará a engravidar com facilidade e segurança.

FIV – fertilização in vitro

É a união do óvulo com o espermatozóide em laboratório, para a obtenção de embriões já fecundados para transferência para o útero materno e gestação.

Foto ovodonacion

Doação de óvulos

Tratamento de fertilidade que consiste na realização de uma fertilização in vitro com óvulos de doadores anônimos. Se necessário, esse óvulo é fertilizado com sêmen do parceiro ou de outro doador.

Foto de Estudios Genéticos

Diagnóstico genético

Refere-se especificamente à técnica usada no caso de um ou ambos os pais terem uma anomalia genética. O embrião é analisado para determinar se carrega a mesma anormalidade genética.

O Método ROPA

Tratamento de fertilização in vitro compartilhado entre as duas mulheres. Uma mulher é a doadora do óvulo, enquanto a outra mulher é a substituta do embrião.

Marque a sua Consulta

Certificados Oficiais:

asproin
SEF
asebir
Joint-Commission
iso14001
iso9001

Registro Nacional da Sociedade Espanhola de Fertilidade

Sello_SEF2017_Centro_Colaborador