fbpx

PRESERVAÇÃO DA FERTILIDADE

PRESERVAÇÃO DA FERTILIDADE

Quere ser mãe mas acha que ainda não é a altura certa? Tem medo que essa espera disminuia a posibilidades de conseguir engravidar?

Vai someter-se a um tratamento de quimioterapia ou radioterapia, mas não quere renunciar a ser mãe num futuro?

Falamos das opções pelas que pode optar para adiar essa gravidez com maior garantias de sucesso e a ajuda das técnicas de reprodução assistida.

Quando são indicados os tratamento de preservação da fertilidade?

Quando são indicados os tratamento de preservação da fertilidade?

Os tratamentos de preservação da fertilidade são aqueles que visam realizar uma gravidez, mas não imediatamente, mas adiados no tempo.

Ponderar esta opção pode ser o mais conveniente se não quere desistir de ter um filho, mas quer adiar a idade da maternidade ou em casos de cancro em que é necessário aplicar quimioterapia ou tratamentos de radioterapia. Nestes casos, o tratamento de preservação da fertilidade seria realizado antes do tratamento oncológico.

Ser mãe depois de um cancro

A boa notícia é que a sobrevivência de pacientes jovens afetados por cancro aumentou consideravelmente, mas, infelizmente, os tratamentos de quimioterapia e radioterapia geralmente causam perda de ovócitos e atrofia ovariana que na maioria dos casos serão irreversíveis, uma vez que os ovários têm um número fixo de células germinativas que não vão se regenerar.

Com um tratamento de preservação da fertilidade, pode ser obtida uma gravidez perfeitamente viável após o cancro e após a quimioterapia.

Que tipos de tratamentos de preservação da fertilidade existem?

Que tipos de tratamentos de preservação da fertilidade existem?

Seguidamente, explicamos os diferentes tratamentos de preservação da fertilidade que poderia ponderar com a nossa ajuda segundo o caso.

Congelação de ovócitos

Consiste na realização de um cíclo de estimulação ovárica, para conseguir recuperar ovócitos, congelados mediante um proceso específico chamado vitrificação.

Congelação de embriões

Os ovocitos são fecundados in vitro e os embriões resultantes são congelados. Existe muita mais experiencia nesta técnica de congelação de ovocitos, mas generam embriões que não garantem que sejam transferedios no futuro.

Congelação de tecido ovárito (em meninas ou mulheres adultas)

Embora não seja uma opção terapéutica consolidada e ainda deve ser considerada uma técnica experimental, pode ser uma opção em alguns casos. Através da cirurgia, o tecido do ovário é extraídoé congelado e, após o tempo, re-implantado na mulher.

Congelação de esperma em homens

Em homens afectados pelo cancro, se tira uma mostra de esperma e é congelado antes do tratamento oncológico.

Pondera preservar a sua fertilidade?

Marque a sua consulta sem compromisso. A nossa equipa médica está à sua inteira disposição.
¡LLÁMANOS!

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH