Microinjeção intracitoplasmática de espermatozóides

  • ICSI – Microinjeção intracitoplasmática

    de espermatozóides

Foto de espermatozoides

A microinjeção de espermatozóides intracitoplasmática, mais conhecida como técnica ICSI, é uma técnica de reprodução assistida utilizada no tratamento da fertilização in vitro (FIV) que envolve a injeção de um único espermatozóide diretamente em um ovócito a fim de obter fecundação e otimizar as possibilidades de gravidez.

Em que situações está indicada a técnica ICSI

A técnica ICSI é indicada com mais frequência em casos de infertilidade masculina, quando há baixa contagem de espermatozóides ou baixa motilidade dos mesmo. Além disso, este tratamento também é indicado quando a amostra de esperma tiver sido congelada antes da sua utilização.

Estas são as indicações mais frequentes nos casos de infertilidade masculina:

  • Muito poucos espermatozóides viáveis, que é tecnicamente conhecido como oligozoospermia ou criptozoospermia
  • Redução severa da motilidade do esperma ou nenhuma (astenozoospermia)
  • Alta quantidade de espermatozóides não aptos (teratozoospermia)
  • Ausência de espermatozóides na ejaculação, devido a obstrução testicular (azoospermia obstrutiva)
  • Ausência de esperma na ejaculação, devido a um defeito na produção de esperma (azoospermia segregada)
  • Ejaculação retrógrada (anejaculação)
  • Amostra escassa de esperma: quando apenas uma pequena amostra vitrificada permanece
Foto de embarazada

Embora menos frequente, esta técnica também é utilizada em casos de infertilidade feminina quando há muita pouca quantidade de ovócitos ou os ovócitos são de baixa qualidade.

Foto de embarazada en la clínica

Factores de sucesso de gravidez com ICSI

Quer no caso de fecundação convencional in vitro ou em qualquer outro tratamento de reprodução assistida, não há garantias absolutas de gravidez. Alguns dos fatores que podem ter influência nas taxas de sucesso ao usar a técnica ICSI incluem níveis de fragmentação do DNA, idade avançada da mãe e qualidade dos espermatozóides.

O processo da técnica ICSI

A técnica ICSI é completada com um microscópio e a ajuda de vários dispositivos de micro-manipulação (micromanipulador, microinjetor e micropipetas). O óvulo maduro é mantido no lugar por uma pipeta de retenção, enquanto uma suave sucção de um microinjetor é aplicada. Um único espermatozóide é recolhido por uma micropipeta.

O óvulo é perfurado e o esperma é libertado no óvulo. Uma vez completado o processo, o óvulo é colocado em cultura celular e inserido na incubadora, onde é controlado para assegurar a fecundação.

Nossos TRATAMENTOS

Rejuvenescimento Ovariano

É uma técnica revolucionária que envolve a reativação das células-tronco e dos folículos remanescentes no ovário.

IA – Inseminação Artificial

É uma técnica de reprodução assistida que a ajudará a engravidar com facilidade e segurança.

FIV – fertilização in vitro

É a união do óvulo com o espermatozóide em laboratório, para a obtenção de embriões já fecundados para transferência para o útero materno e gestação.

Foto ovodonacion

Doação de óvulos

Tratamento de fertilidade que consiste na realização de uma fertilização in vitro com óvulos de doadores anônimos. Se necessário, esse óvulo é fertilizado com sêmen do parceiro ou de outro doador.

Foto de Estudios Genéticos

Diagnóstico genético

Refere-se especificamente à técnica usada no caso de um ou ambos os pais terem uma anomalia genética. O embrião é analisado para determinar se carrega a mesma anormalidade genética.

O Método ROPA

Tratamento de fertilização in vitro compartilhado entre as duas mulheres. Uma mulher é a doadora do óvulo, enquanto a outra mulher é a substituta do embrião.

Marque a sua Consulta

Certificados Oficiais:

asproin
SEF
asebir
Joint-Commission
iso14001
iso9001

Registro Nacional da Sociedade Espanhola de Fertilidade