fbpx
-->

DOAÇÃO DE ÓVULOS

Foto ovodonacion

Quer ser mãe, mas está preocupada com a sua idade, a qualidade dos seus óvulos ou já teve várias tentativas falhadas de gravidez com tratamentos de reprodução assistida? Quando é aconselhável ou necessário recorrer à doação de óvulos numa fecundação in vitro (FIV)? Como é o processo? Esclarecemos algumas das principais dúvidas que pode ter sobre como funciona a doação de ovócitos em tratamentos de reprodução assistida.

O que é a doação de óvulos

A doação de óvulos é o processo pelo qual uma mulher fértil oferece seus ovócitos a outra para fins reprodutivos. As doações de ovócitos provêm de mulheres entre 18 e 35 anos ou de mulheres jovens envolvidas em alguma técnica de reprodução assistida, que têm excesso de ovócitos nos seus próprios tratamentos ou que simplesmente desejam doá-los.

É uma técnica totalmente segura que visa oferecer mais garantias para atingir a gravidez, quando há certos problemas relacionados com a ovulação, como explicamos abaixo.

Então, para que possa formar uma ideia, atualmente os ciclos de reprodução assistida em Espanha são realizados com 70-80% de gâmetas (ovócitos e espermatozóides) do casal que vai sofrer tratamento e com 20-30% de gâmetas doadas por pessoas de fora, seja de óvulos ou de espermatozóides.

Foto de pies de bebe

Quando está recomendada a doação de óvulos

A doação de óvulos é indicada em mulheres mais velhas com insuficiência ovárica primária ou precoce ou ovários inacessíveis, com menopausa prematura ou cirúrgica, que são portadoras de uma alteração genética, ciclos repetidos de fecundação in vitro (FIV) ou que têm apresentado perdas de gravidez inexplicáveis e repetidas (repetir o aborto).

Neste tipo de caso, e após um diagnóstico clínico, a doação de óvulos é a alternativa mais viável para conseguir uma gravidez.

Em que consiste o processo da doação de ovócitos

O processo de doação de óvulos procura realizar uma fecundação em que o gâmeta feminino é fornecido por uma mulher jovem e fértil a outra mulher que deseja ser mãe e receberá o embrião resultante. Para que isso seja possível, os ciclos ováricos da dadora e da destinatária devem ser sincronizados.

A destinatária precisará receber um tratamento que prepare o revestimento uterino para receber o embrião. Este tratamento consiste na administração de estrogénio e progesterona.

Por outro lado, a dadora recebe uma indução do desenvolvimento folicular e recolha de óvulos, de acordo com os protocolos habituais. Desta forma, uma vez obtidos os ovócitos das dadoras, uma ou outra técnica de reprodução assistida é realizada, dependendo do fator masculino e das características seminais.

Quer saber mais sobre a doação de óvulos?

Nossos TRATAMENTOS

Rejuvenescimento Ovariano

É uma técnica revolucionária que envolve a reativação das células-tronco e dos folículos remanescentes no ovário.

IA – Inseminação Artificial

É uma técnica de reprodução assistida que a ajudará a engravidar com facilidade e segurança.

FIV – fertilização in vitro

É a união do óvulo com o espermatozóide em laboratório, para a obtenção de embriões já fecundados para transferência para o útero materno e gestação.

Foto ovodonacion

Doação de óvulos

Tratamento de fertilidade que consiste na realização de uma fertilização in vitro com óvulos de doadores anônimos. Se necessário, esse óvulo é fertilizado com sêmen do parceiro ou de outro doador.

Foto de Estudios Genéticos

Diagnóstico genético

Refere-se especificamente à técnica usada no caso de um ou ambos os pais terem uma anomalia genética. O embrião é analisado para determinar se carrega a mesma anormalidade genética.

O Método ROPA

Tratamento de fertilização in vitro compartilhado entre as duas mulheres. Uma mulher é a doadora do óvulo, enquanto a outra mulher é a substituta do embrião.

Marque a sua Consulta

Certificados Oficiais:

asproin
SEF
asebir
Joint-Commission
iso14001
iso9001

Registro Nacional da Sociedade Espanhola de Fertilidade

Sello_SEF2017_Centro_Colaborador